6 livros para ensinar crianças sobre igualdade, feminismo e direitos humanos

A maioria de nós mulheres cresceu ouvindo e lendo histórias sobre príncipes e princesas. Nessas histórias a figura do príncipe sempre aparece como herói, o salvador, a personificação do homem perfeito, enquanto as princesas sempre frágeis esperam por um salvador.

Na realidade tudo bem lermos este tipo de histórias, elas fazem parte do universo lúdico, mas e se passássemos ler principalmente para nossos filhos e filhas sobre “princesas” heroínas, personagens e mulheres que lutam pelo o que querem e que muitas vezes por isso mudam o mundo.

Para este Dia Internacional da Mulher, preparamos uma lista de livros para os pequenos (e para os adultos também) sobre mulheres incríveis e que mostram como ELAS podem ser protagonistas das suas histórias.

Coleção antiprincesas – de Nádia Fink

Voltada para meninas e meninos, a coleção conta histórias de diferentes personagens reais da história latina, como Frida Kahlo, Clarice Lispector e Violeta Parra. A autora também escreveu a série anti-heróis, onde os personagens são Eduardo Galeano, Che Guevara e outros.

O Mundo no Black Power de Tayó – de Kiusam de Oliveira

Tayó é uma menina negra que tem orgulho do cabelo crespo com penteado black power, enfeitando-o das mais diversas formas. A autora apresenta uma personagem cheia de autoestima, capaz de enfrentar as agressões dos colegas de classe, que dizem que seu cabelo é “ruim”.

Malala, a menina que queria ir para a escola – de Adriana Carranca

Neste livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina.

As cientistas: 50 mulheres que mudaram o mundo – de  Rachel Ignotofsky

Com linguagem adaptada ao público infantil e recheado de ilustrações encantadoras, As Cientistas destaca as contribuições de cinquenta mulheres notáveis para os campos da ciência, da tecnologia, da engenharia e da matemática, desde o mundo antigo até o contemporâneo.

Para educar crianças feministas – de Chimamanda Ngozi Adichie

Escrito no formato de uma carta da autora a uma amiga que acaba de se tornar mãe de uma menina, o livro traz preciosas dicas para educar crianças feministas com conselhos simples de como oferecer uma formação igualitária a todas as crianças.

Histórias de ninar para garotas rebeldes – de Elena Favilli

Este livro é para todas as idades. São 100 histórias sobre mulheres extraordinárias, artistas, cientistas, estilistas, políticas que deixaram  sua marca no mundo e hoje servem de inspiração para que meninas de diversas idades saibam que suas habilidades não precisam ser definidas por seu gênero.

 

Maila Alves
Maila Alves

Editora/Jornalista

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

vox@gimpacto.com.br - 18 3522 1199 - Rua Euclides da Cunha, 4 - Centro, Adamantina - SP – CEP 17800-000