Contraste Urbano

O maior parque a beira mar é nosso!

ARTE/NATUREZA

Inaugurado em 1965, o parque do aterro do Flamengo, localizado no Rio de Janeiro, é considerado o maior parque urbano a beira mar do mundo. Idealizado pela arquiteta Lotta de Macedo Soares e projetado pelo arquiteto Affonso Eduardo Reidy.

A mega intervenção urbanística estendeu uma faixa de terra sobre o mar, a fim de resolver problemas referentes à mobilidade urbana e criação de um parque público destinado a melhorar a qualidade de vida da cidade.

TECNOLOGIA/LUXO

Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum ordenou a construção das primeiras ilhas. A expansão de 56 km de zona litorânea, previa a construção de uma nova cidade luxuosa, a escolha do seu formato reforça o conceito de local paradisíaco.

O projeto das ilhas Palms, consideradas mega construções da arquitetura e engenharia, foram criadas com intuito de atrair turistas e investidores em sua expansão na zona litorânea. Os privilegiados com essa intervenção, foram os investidores privados que visam o lucro com o turismo e a especulação imobiliária.

Favela, casebres ocupam o Morro de Santo Antônio (04-06-1952).

Processo de dragagem, onde a areia é pulverizada a uma velocidade de 10 m/s (2001).

Desmonte do Morro
Santo Antônio (19-01-1959).

Foram utilizados 94 milhões de metros cúbicos de areia, por cima depositadas camadas de pedras e rochas.

Construção do Aterro do Flamengo (01-01-1960).

Calculado minuciosamente pelo sistema de coordenadas do GPS para manter o formato da palmeira.

Aterro do Flamengo em Obras (1960).

Construção de uma contenção ou quebra-mares em torno da ilha com mais de 7 milhões de toneladas de rocha.

Parque do Flamengo em 1964, 01 ano antes de sua inauguração.

“O Parque do Flamengo foi projetado de maneira ambiciosa. Nobre ambição, ato de amor, tentar melhorar as condições de habitabilidade de uma cidade, criando um parque novo, organismo vivo, feito para o homem e na medida dele”.
(Lotta de Macedo Soares)

Calçadões que rodeiam as folhas da palmeira em uma das ilhas (Palm Jebel Ali) formam as letras de um poema árabe:

“Tome a sabedoria dos sábios;
É preciso um homem de visão para escrever sobre a água
Nem todo mundo que monta um cavalo é
um jóquei. Grandes homens sobem para
desafios maiores”.

MUSEU DE ARTE MODERNA – MAM

A vocação do MAM Rio é arte brasileira moderna e contemporânea, da qual possui um dos mais
relevantes acervos do país, com obras de Portinari, Tarsila, Volpi, Anita Malfati, Maria Martins, Lygia Clark, Lygia Pape, Segall, Di Cavalcanti, entre muitos
outros grandes nomes.

ATLANTIS THE PALM

O Atlantis The Palm é o maior resort de Dubai e considerado o hotel mais bonito da cidade. Inclui um hotel com mais de 1500 suítes, 20 restaurantes, um SPA com academia, praias particulares, quadras esportivas, lojas, um parque aquático, um grande aquário, um centro de mergulho com peixes, uma área com golfinhos e muito mais.

ROBERTO BURLE MARX

O artista de jardim

No parque do Aterro do Flamengo estão plantadas 17 mil árvores de 350 espécies diferentes, entre nativas e exóticas (40 espécies só de palmeiras, a sua ampla utilização viria a ser uma marca em todos os futuros projetos de Burle Marx). O projeto paisagístico de Roberto Burle Marx procurou combinar espécies nativas brasileiras com elementos exóticos de outros continentes, essa harmonização de espécies permite ao parque apresentar variadas florações durante todas as estações do ano. Para destacar a forma e as cores dessas florações, a vegetação foi disposta em grandes conjuntos de mesma espécie.
Foi introduzido ao parque árvores da floresta amazônica que não haviam sido utilizadas em projetos paisagísticos à época e espécies com capacidades de enfrentar as condições locais, aclimatadas em um horto construído no aterro especialmente para essa finalidade.

“Gostaria que os que viessem depois de mim pudessem, pelo menos, ver alguma coisa que lembrasse país fabuloso que é o Brasil do ponto de vista botânico, dono da flora mais rica do Globo”. (Roberto Burle Marx)

Acácia seyal, Esponjinha amarela (Vachellia seyal), de origem africana

Jacaré, Jurema e Rosqueira (Chloroleucon tortum), nativa da costa brasileira

Palmeira talipot (Corypha umbraculifera), nativa do leste e sul da Índia e do Sri Lanka

Paineira florida (Ceiba speciosa), árvore da Mata Atlântica

Abricó de macaco (Couroupita guianensis), de origem amazônica

PROPOSTA FINAL
Obra em fase final, onde todo o conceito do jardim e acesso se faz com referências do artista.
Localizada defronte ao Parque dos Pioneiros (Adamantina).

PEDRO J G LOPES
PEDRO J G LOPES

Escritório de Arquitetura

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

vox@gimpacto.com.br - 18 3522 1199 - Rua Euclides da Cunha, 4 - Centro, Adamantina - SP – CEP 17800-000

Você está navegando offline