A vez deles

Foi-se o tempo em que depilação, maquiagem, hidratação e marcar hora no cabeleireiro faziam parte somente do universo feminino. Nos últimos anos, os homens descobriram um mundo à parte: investir tempo e dinheiro para cuidar do próprio corpo e da saúde.

Para Dinho Bersaneti, homens têm, atualmente, uma maior preocupação com a aparência e beleza.

A vaidade masculina, que era tabu num passado não muito distante, hoje é símbolo de status social e os machistas que tinham receio de entrar em salões de beleza se tornaram homens modernos que, em suma, querem ser mais atraentes e ter autoestima.
“Cuidar da aparência me dá mais confiança no aspecto moral e interno. Sentir-se bem consigo mesmo é chave para as demais coisas da vida”, afirma o estudante de Direito, Arnon Alves, 21.

Além de ter um cuidado especial com o cabelo, o futuro advogado faz limpeza de pele, depila as axilas, o abdômen e o tórax. Para completar, ele afirma que uma roupa confortável e elegante lhe proporciona estar bem consigo mesmo, “uma vez que a forma como você se veste expõe aquilo que você sente”.
O educador físico, Victor Felippini, 23, compartilha da mesma opinião. O jovem ressalta que gosta da cuidar da barba, cabelo e da pele. “Tento manter a barba sempre com boa aparência. No meu cabelo uso o básico e na pele gosto de usar cremes hidratantes na época do frio”, revelou.
Além dos cuidados com o rosto, uma vez por semana ele tem hora marcada com uma massagista e há alguns anos ouve as recomendações de uma nutricionista, a fim de cuidar da saúde física. Por sua vez o corretor de seguros Dinho Bersaneti, 61, afirma que, além do cuidado com a barba e do uso de um bom perfume, ele procura se vestir bem e que “a maioria dos homens abandonou o tipo desleixado e começou a se preocupar mais com a aparência”.
Pai de duas filhas e avô de quatro netos, o corretor afirma, ainda, que duas vezes por semana faz aula em uma academia, acompanhado por um personal. Nos demais dias da semana, recorre às caminhadas.

“a maioria dos homens abandonou o tipo desleixado e começou a se
preocupar mais com a aparência”.

 

Corpo
Cada homem vaidoso procura meios diferentes para fins semelhantes. O educador físico e lutador, Fabiano Montagnoli, 43, disse que notou um aumento no número de homens que procuram fazer dietas e atividades físicas.


Após iniciar sua carreira no esporte através da natação e no triatlo, Montagnoli entrou para o mundo das artes marciais através da capoeira, esporte que pratica há 20 anos.
“Comecei a praticar capoeira aos 23 anos, atividade física que dispensa elogios. Com a luta, descobri qualidades físicas que jamais imaginei um dia conseguir”, afirmou o lutador. Além da capoeira, nos últimos anos Montagnoli desenvolveu habilidades no Ju-jitsu, Karatê, Kickboxer e Muay Thai.
No decorrer da semana, o lutador reserva de duas a três horas do seu dia para atividades de musculação e artes marciais. “As lutas são ótimas opções como atividade física, por todos os benefícios para a saúde e pela paz que vem ao término de cada treino”, afirmou Montagnoli.

Fabiano Montagnoli: cresce o número de homens que procuram por dietas e atividades físicas

No entanto, a preocupação dele não se restringe ao corpo, mas também na alimentação. O lutador revelou que está sempre preocupado com a alimentação, pois procura sempre que possível controlar o número de alimentos ingeridos, visando cuidar da saúde.

Beleza
A busca por uma boa aparência percorre os consultórios de estética e clínicas médicas e a cada dia os homens estão mais próximos deles. Segundo a esteticista Luciana Ápplim, 32, eles procuram serviços de massagens para redução de medidas, limpeza de pele, rejuvenescimento, tratamentos para acne e manchas, depilação, unhas e maquiagem.
“Para eles, existem produtos específicos para o seu tipo de pele, pois na maioria das vezes os homens têm pele mais espessa e mais oleosa do que das mulheres. Os cuidados vão desde as visitas a uma clínica de estética até uma cirurgia, bem como pintar os cabelos brancos até um implante capilar”, afirmou a esteticista.

A esteticista Lucina Ápplim revela que tem aumentado a procura
de tratamentos estéticos por homens

Ela disse que ao contrário das mulheres, os homens sempre questionam sobre valores dos serviços e produtos, mas acabam fazendo o tratamento recomendado com seriedade e gastam o que for preciso para alcançar seus objetivos. “Por isso eles alcançam resultados melhores que muitas mulheres”.

“Cuidar da aparência me dá mais confiança no aspecto moral e interno. Sentir-se bem consigo mesmo é chave para as demais coisas da vida”, revela
Arnon Alves.

Luciana revelou ainda que da parte delas, esse novo comportamento masculino é bem aceito e deve ser valorizado:
“Assim como os homens querem ter mulheres bem cuidadas ao seu lado, as mulheres também se sentem bem em ter ao lado delas homens de pele e corpo saudáveis e bem cuidados”, finalizou Luciana Ápplim.

A médica dermatologista Juliana Carvalho revela: “eles são muito mais decididos e práticos”.

A mesma opinião é compartilhada por Arnon, Victor, Bersaneti e Montagnoli, homens que encontraram no apoio feminino as diferentes formas e recursos para cuidar da saúde e do próprio corpo, valorizando a beleza masculina.

VOX
VOX

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

vox@gimpacto.com.br - 18 3522 1199 - Rua Euclides da Cunha, 4 - Centro, Adamantina - SP – CEP 17800-000